Como contratar funcionários: 6 dicas para acertar na escolha

O processo de recrutamento é determinante para a formação de uma equipe eficiente e comprometida com os resultados da empresa. E ele inclui: abertura da vaga, análise de currículos, entrevistas e dinâmicas de grupo. Tudo isso pode se prolongar por semanas se o processo não for otimizado. 

Se até agora, você sempre considerou os processos seletivos complicados, continue a leitura. Trouxemos 6 dicas de como contratar funcionários para você não perder mais tempo e dinheiro. 

Leia tambémPJ ou CLT: O que você precisa saber antes de contratar

Neste artigo você vai ler sobre:

  • Defina o perfil do colaborador
  • Faça uma descrição clara e objetiva da vaga
  • Divulgue a vaga de acordo com o cargo
  • Analise cada detalhe dos currículos 
  • Estruture o processo seletivo
  • Observe as competências interpessoais  

1 - Defina o perfil do colaborador

Primeiramente é preciso definir o perfil do colaborador ideal. Faça uma reunião com os gestores do setor em que ele será contratado. Assim, juntos, será possível chegar a um acordo sobre as características que o candidato deve ter para ser selecionado.

O objetivo é que a contratação supra as necessidades da vaga. Desse modo, haverá menos rotatividade de colaboradores na empresa. Diminuindo gastos com novas contratações e demissões. 

Além da escolaridade e experiência, podem ser definidas algumas habilidades interpessoais do candidato, como:

  • Empatia;
  • Trabalho em equipe;
  • Responsabilidade;
  • Motivação;
  • Flexibilidade;
  • Paciência;
  • Liderança;
  • Escuta ativa.

2 - Faça uma descrição clara e objetiva da vaga

Uma descrição clara sobre o que a empresa deseja do colaborador e oferece como benefícios, farão com que mais pessoas, que se encaixam na vaga, se interessem pelo processo seletivo.  

Tente listar o máximo de informações possíveis como suas habilidades e competências para não ter surpresas na hora da entrevista.

Faça uma descrição atrativa, contendo informações como:

  • Habilidades que o candidato deve ter;
  • Benefícios e diferenciais da empresa;
  • Remuneração;
  • Possibilidades de crescimento;
  • Funções da vaga.

3 - Divulgue a vaga de acordo com o cargo

 

Conforme o perfil, os gestores devem analisar onde farão a divulgação do cargo. Busque sites especializados em recrutamento. O LinkedIn é uma ótima plataforma para procurar novos colaboradores. Ele possibilita uma busca minuciosa por profissionais capacitados para a vaga.

4 - Analise cada detalhe dos currículos

Muitos candidatos serão eliminados nesta etapa por não se encaixarem nos critérios básicos solicitados para o cargo. Por isso, o gestor deve ser minucioso e buscar a comprovação dos conhecimentos contidos no currículo. 

Certificações, diplomas e, em alguns casos, portfólio de antigos trabalhos podem ser exigidos pelos recrutadores. Eles podem checar as conexões profissionais do candidato e ver qual a sua postura na web pelo LinkedIn.

5 - Estruture o processo seletivo

A entrevista é uma das partes essenciais no processo de contratação. Nela, o gestor terá um contato maior com o candidato, podendo analisar comportamentos que fazem a diferença no ambiente de trabalho, como:

  • Linguagem corporal e verbal;
  • Pontualidade;
  • Postura diante do recrutador;
  • Aparência;
  • Nível de interesse e motivação.

Faça um roteiro de como deve ser a entrevista, a intenção é que ela seja objetiva e não deixe nenhuma dúvida em ambos os lados. Garantindo que todos os pontos serão abordados nessa etapa. 

Conforme o perfil do candidato, o recrutador vai definir a melhor forma de entrevista, podendo ser um teste escrito ou uma dinâmica de grupo. Outra opção é um teste prático, que é interessante quando a vaga requer uma habilidade muito específica. 

Lembrando que ela deve ter espaço para uma conversa espontânea. Não se tornando algo desconfortável e engessado entre gestor e candidato.

6 - Observe as competências interpessoais

Um bom currículo é essencial para o preenchimento da vaga. Porém, as habilidades interpessoais também são importantes. Afinal, somos seres humanos, e a forma como nos relacionamos uns com os outros também influencia na evolução do profissional na empresa. 

Os gestores ou recrutadores podem se reunir e analisar qual dinâmica é a ideal para sentir como é a personalidade dos candidatos. 

Os testes comportamentais que determinam as condutas através de perguntas são uma opção para auxiliar no recrutamento. Dessa forma, você terá um norte nas próximas etapas.

Leia também – Gestão de Pessoas: Saiba como ter uma equipe ágil para melhorar sua produtividade

Após a finalização do processo de contratação, conte com a Itamarati Contábil para auxiliar sua empresa na admissão do novo colaborador. Aqui você conta com uma assessoria completa em recursos humanos com profissionais capacitados que proporcionam a tranquilidade que sua empresa procura. Fale com nosso especialista.